País

Sede da Cruz Vermelha em Lisboa poderá entrar no mercado de arrendamento

Sede da Cruz Vermelha em Lisboa poderá entrar no mercado de arrendamento

Em causa o passivo de 15 milhões de euros. 

A sede da Cruz Vermelha, em Lisboa, poderá ter de entrar no mercado de arrendamento. O objetivo é corrigir o passivo de 15 milhões de euros. O presidente da instituição pretende ver esta solução aprovada hoje numa assembleia-geral.