País

Pena suspensa para italiano que gritou ter bomba em avião no aeroporto do Porto

O incidente a bordo do avião da Ryanair ocorreu à chegada ao aeroporto Francisco Sá Carneiro.

O italiano detido na terça-feira pela PSP no aeroporto do Porto por ter gritado que tinha uma bomba a bordo de um avião da Ryanair foi condenado a dois anos de prisão com pena suspensa, revelou esta quinta-feira a PSP.

Fonte da PSP disse à agência Lusa que o passageiro de 26 anos "foi ouvido na quarta-feira no Tribunal da Maia", que lhe imputou ainda "o pagamento das custas processuais".

O incidente a bordo do avião da Ryanair ocorreu à chegada ao aeroporto Francisco Sá Carneiro, no final de uma viagem que ligou Bérgamo, na Itália, ao Porto, em que o passageiro se desentendeu com a tripulação, acabando por gritar que havia uma bomba a bordo da aeronave.

O indivíduo foi então detido por agentes da Divisão de Segurança Aeroportuária da PSP e conduzido à esquadra do aeroporto para identificação e posteriores averiguações.

Lusa

  • Mourinho procura clube e rejeita, para já, treinar seleções
    7:14
  • Como não gastar dinheiro com os números começados por 707
    6:46