País

MAI contraria números de relatório e nega falta de meios na GNR

MAI contraria números de relatório e nega falta de meios na GNR

Polícias queixaram-se de falta de meios em frente ao Centro Hospitalar Universitário de Coimbra, onde está internado um dos dois militares da GNR atingidos a tiro.

Os militares queixam-se da falta de meios, mas o ministro da Administração Interna argumenta que não tem havido mais feridos nas forças de segurança portuguesa. Esta informação vai contra os números apresentados no relatório de segurança interna.

Continuam a monte dois dos três suspeitos dos disparos que atingiram dois militares da GNR na madrugada de sábado.

  • O que houve de melhor no SBSR
    11:16
  • Descobrir as rotas do Alentejo
    14:59