País

Emigrante português condenado por violar filhas menores e sogra

O caso aconteceu em Athus, na província de Luxemburgo, na Bélgica.

Pedro Silva Ribeiro, empresário português a trabalhar na província do Luxemburgo, na Bélgica, foi esta quarta-feira condenado a sete anos de prisão por ter violado as duas filhas menores e a sogra durante vários anos.

O empresário impunha uma educação e um clima severo em casa, o que impediu as vítimas de reportarem a situação mais cedo, o que fez com que um apenas um irmão das crianças, quando soube da acusação, apresentasse queixa.

Marc Kauten, advogado de Pedro Ribeiro, em declarações ao jornal belga L'Avenir, afirmou que tudo não passa de "uma conspiração familiar orquestrada", uma vez que o português "era rígido com as suas filhas e elas decidiram vingar-se".

Durante o julgamento o pai das crianças delcarou-se inocente relativamente aos atos de violação, mas confessou que mantinha relações com a sogra.

  • Vem aí o calor...
    1:01