País

Portugal pondera abrir consulado honorário em Malaca

Portugal pondera abrir consulado honorário em Malaca

Anúncio foi feito pelo secretário de Estado das Comunidades Portuguesas.

O Governo português pretende abrir um consulado honorário em Malaca, onde existe um legado patrimonial e imaterial desde a chegada de Afonso de Albuquerque, em 1511.

"O senhor embaixador está a elaborar uma proposta que irá submeter ao Ministério dos Negócios Estrangeiros (...) para criarmos aqui, em Malaca, um consulado honorário, disse José Luís Carneiro, à margem da 2.ª Conferência das Comunidades Portuguesas na Ásia.

O encontro juntou no Bairro Português de Malaca representantes das comunidades asiáticas descendentes de portugueses, numa iniciativa de partilha das raízes culturais, com cerca de 300 luso-asiáticos, de várias comunidades do continente.

"Depois de ser apreciado pelas autoridades portugueses [pretensão de abrir consulado honorário em Malaca] irá ser submetido às autoridades malaias", explicou o responsável português, que esteve reunido na sexta-feira com o secretário-geral do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Malásia, Muhammad Shahrul Ikram Yaakob, em Kuala Lumpur.

"Tratar-se-á de um consulado honorário e naturalmente para que possa ser criado é necessário que haja condições físicas, materiais, para que possa funcionar como um consulado honorário", revelou José Luís Carneiro, não apontando, contudo, uma possível data de abertura.

Com Lusa

  • A saga do prédio Coutinho
    6:43
  • Descobrir as rotas do Alentejo
    14:59
  • Cepas da Serra
    10:16