País

Tribunal autoriza Governo a alugar mais 15 helicópteros para os fogos

Governo alegou que estava em risco a segurança das populações e a defesa da vida.

O Tribunal Administrativo do Círculo Lisboa levantou esta quarta-feira a suspensão do concurso de aluguer de 15 helicópteros, a pedido do Ministério da Defesa, pondo fim a uma batalha jurídica que durava há mês e meio.

Na decisão a que a TSF teve acesso, o tribunal foi sensível aos argumentos do Governo que argumentou que a falta destes 15 meios aéreos tinha "graves prejuízos" para a capacidade de resposta no combate aos fogos.

Estão prontos para integrar o dispositivo três helicópteros pesados Kamov alugados à empresa HeliPortugal e 12 helicópteros médios da empresa Helibravo.

O concurso tinha sido impugnado por uma empresa concorrente, a Babcock.

Força Aérea garante que todos os meios de combate a incêndio estarão disponíveis no início da próxima semana

Em declarações à Lusa, o porta-voz da Força Aérea, Tenente-Coronel Manuel Costa, garantiu que todos os meios de combate a incêndio deverão estar disponíveis no início da próxima semana.

"Em princípio até ao início da próxima semana vão estar disponíveis 14 meios de combate a incêndios [dos 17 que estavam impugnados] . Agora vai ser verificada a adequação da documentação entregue", disse à Lusa o Tenente-Coronel Manuel Costa.

Segundo o porta-voz da Força Aérea, também deverão estar disponíveis na próxima semana os três helicópteros ligeiros da Frota do Estado, que estavam em preparação.

  • Vem aí o calor...
    1:01