País

Avião de combate a incêndios retirado da água neste sábado

PAULO CUNHA

ANEPC salienta que as causas do acidente serão apuradas pelas "entidades com competência em matéria de investigação de acidentes com aeronaves".

O avião de combate a incêndios que teve um acidente na quarta-feira na zona de Trizio, concelho da Sertã, distrito de Castelo Branco, já foi colocado à superfície e deve ser retirada do local no sábado, anunciou esta sexta-feira a Autoridade Marítima Nacional (AMN).

"Durante o dia de hoje, a aeronave foi trazida à superfície e levada até à margem do rio para posterior remoção com recurso a uma grua. A aeronave deverá ser retirada do local durante o dia de sábado", refere a AMN, em comunicado.

Segundo a mesma nota, a Agência Portuguesa do Ambiente detetou uma mancha de hidrocarbonetos à superfície da água, tendo sido ativada uma equipa da Direção do Combate à Poluição do Mar para o local, a pedido da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.

"Chegada ao local, a equipa recorreu a um 'drone' para identificação das manchas de poluente e dos locais para onde se teria de direcionar os meios. Seguidamente, iniciou-se o processo de contenção destas manchas, procurando evitar que se espalhassem por uma área maior", explica.

Estas operações de contenção foram decorrendo ao longo de processo para retirar o avião, tendo sido colocada uma barreira absorvente a envolver a aeronave quando esta foi levada para a margem.

"As operações de contenção decorreram com sucesso", salienta.

O avião anfíbio médio FireBoss, de indicativo operacional Alfa 8, do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais, sofreu na quarta-feira à tarde "um acidente quando efetuava uma manobra de 'scooping' (recolha de água)" no Zêzere, na zona de Trizio.

"O alerta foi dado às 16:46, tendo sido acionados os meios de socorro, onde se incluiu um avião de reconhecimento e um helicóptero de reconhecimento, avaliação e coordenação ao serviço da ANEPC que de imediato reconheceram o local por forma identificar a localização do acidente", referiu a proteção civil, em comunicado divulgado na quarta-feira.

O comunicado acrescenta que o piloto saiu ileso, existindo apenas registo de danos materiais.

A aeronave estava estacionada em Proença-a-Nova, distrito de Castelo Branco, e dirigia-se para o combate a um incêndio rural no concelho de Ansião, distrito de Leiria.

A ANEPC salienta que as causas do acidente serão apuradas pelas "entidades com competência em matéria de investigação de acidentes com aeronaves".

Fonte do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF) disse à agência Lusa na quarta-feira que a entidade foi notificada do acidente, acrescentando que irá proceder à respetiva investigação.

Lusa

  • A saga do prédio Coutinho
    6:43
  • Cepas da Serra
    10:16
  • "À descoberta com..." Inês Castel-Branco na Tailândia 
    3:14