País

Grupo de que fazia parte agente da PSP acusado de furto e associação criminosa

Grupo de que fazia parte agente da PSP acusado de furto e associação criminosa

Suspeitos de dezenas de assaltos no Minho em 2018.

O Ministério Público avançou com acusação contra grupo responsável por dezenas de assaltos até julho de 2018 que vai responder por dezenas de crimes de furto qualificado e associação criminosa.

No ano passado foram detidos 8 homens e uma mulher, entre eles, um agente da PSP de Ponte de Lima.

O grupo recorria a tecnologia sofisticada e estudava com minúcia e por um longo período de tempo o local dos assaltos.

  • PSP detém 11 homens suspeitos de assaltos no norte do país

    País

    A PSP fez hoje várias buscas domiciliárias em Gaia, Porto, Guimarães e Braga. Ficaram detidos 11 homens entre os 25 e os 60 anos numa operação que a investigação criminal da PSP diz ser de grande envergadura. O grupo está referenciado por mais de 35 assaltos a casas no Minho e Douro Litoral. Foram apreendidas também armas de fogo, veículos, ferramentas e aparelhos para abertura de fechaduras e cofres. Esta operação mobilizou o comando da PSP de Braga e do Porto.