País

Mancha de hidrocarbonetos detetada na barragem de Castelo do Bode

Queda do avião de combate a incêndios está na origem do problema.

Foi detetada uma mancha de hidrocarbonetos à supefície da água, na Barragem de Castelo do Bode, na sequência da queda e afundamento de uma aeronave de combate a incêndios no dia 3 de julho.

O poluente foi detetado pela Agência Portuguesa do Ambiente e já foi ativada uma equipa da Direção do Combate à Poluição do Mar para o local, a pedido da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.

A equipa recorreu a um "drone" para identificação das manchas de poluente e dos locais para onde se teria de direcionar os meios. De seguida, iniciou-se o processo de contenção destas manchas, procurando evitar que se espalhassem por uma área maior.

  • Reino Unido ameaça Irão com "graves consequências"
    1:59
  • Corrupção no topo das preocupações dos portugueses
    1:34
  • Cepas da Serra
    10:16
  • "À descoberta com..." Inês Castel-Branco na Tailândia 
    3:14