País

Homem condenado a cinco anos e quatro meses de prisão por abuso sexual da neta

Crimes, que ficaram provados em tribunal, aconteceram em casa do arguido.

Um homem foi condenado a cinco anos e quatro meses de pena de prisão efetiva por três crimes de abuso sexual de uma criança, sua neta, anunciou esta segunda-feira a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

De acordo com a nota publicada na página da internet da PGDL, o Juízo Central Criminal de Almada da Comarca de Lisboa condenou, por acórdão datado de 2 de julho, um arguido por três crimes de abuso sexual de criança, que aconteceram entre 2012 e 2014.

Os crimes, que ficaram provados em tribunal, aconteceram em casa do arguido, avô paterno da vítima, nas Paivas, Amora, concelho de Seixal, com o homem a aproveitar a proximidade e privacidade exclusiva com a neta.

O arguido foi condenado a pagar à sua neta uma indemnização de 45 mil euros.

O inquérito foi dirigido pelo Ministério Público (MP) do Departamento de Investigação e Ação Penal do Seixal da Comarca de Lisboa, tendo o MP sido coadjuvado pela Polícia Judiciária/DIC-Setúbal.

Lusa