País

PSP vai destruir mais de oito mil armas

Armas declaradas perdidas pelo Estado.

Mais de oito mil armas declaradas perdidas pelo Estado vão ser destruídas na terça-feira na Maia, no distrito do Porto, juntando-se às mais 160 mil eliminadas nos últimos cinco anos, anunciou hoje a PSP.

Em comunicado, a PSD adiantou que a destruição das 8.200 armas ocorre no dia em que se assinala o Dia Internacional de Destruição de Armas.

"Neste dia, agências das Nações Unidas, Organizações Não Governamentais e governos à escala global, levam a cabo ações semelhantes de destruição de armas, na ideia de que "Cada arma destruída não pode mais ser usada para matar, ferir ou intimidar" com o objetivo de alertar a sociedade civil para a problemática da necessidade do controlo de armas pelas autoridades", é referido na nota.

As 8.200 armas que vão ser destruídas foram declaradas como perdidas a favor do Estado no âmbito de processos-crime, processos de contraordenação ou administrativos, depois de terem sido apreendidas pela PSP e pelas demais autoridades policiais.

A destruição das armas ocorre depois de "confirmada a sua inutilidade para a atividade operacional, formativa, cultural, museológica ou outra das forças de segurança".

De acordo com dados da PSP, entre 2014 e 2019 foram destruídas 160.508 armas. Em 2019, foram destruídas 21.198 armas.

Lusa