País

Médicos acusados no caso de jovem que morreu com tumor na cabeça foram absolvidos

Médicos acusados no caso de jovem que morreu com tumor na cabeça foram absolvidos

Sara morreu com tumor cerebral após diagnóstico de stress e ansiedade.

Os quatro médicos do hospital de Penafiel, acusados da morte de uma jovem com um tumor cerebral não diagnosticado, foram esta terça-feira absolvidos. O tribunal entendem que houve um erro de diagnóstico, mas que não houve intenção de fazer mal.

Conheça aqui o caso: Sara morreu com tumor cerebral após diagnótico de stress e ansiedade

Sara desmaiava e sentia fortes dores de cabeça, mas os médicos, nas cerca de 30 consultas a que foi, apontavam o diagnótico para problemas do foro psicológico. Autópsia revelou que a jovem morreu com um tumor de 1,7 quilogramas alojado na cabeça.