País

Trabalhadores da Mahle em protesto dizem que "o caso já está em tribunal"

Trabalhadores da Mahle em protesto dizem que "o caso já está em tribunal"

Exigem receber 25% do subsídio de turno.

Mais de 200 trabalhadores estão esta quarta-feira em protesto à porta de uma empresa da alemã Mahle, em Cantanhede. Associaram-se à manifestação nacional da CGTP para mostrar o descontentamento.

Os funcionários da Mahle exigem receber 25% do subsídio de turno. Dizem que a empresa já recusou várias tentativas de acordo e que o processo já corre nos tribunais.

A Mahle fabrica peças automóveis e tem 160 unidades de produção em todo o mundo, incluindo Portugal.

Esta é a primeira greve dos trabalhadores, a paralisação acontece por turnos e termina às 6h00 de quinta-feira.