País

Dedicação exclusiva no SNS “é uma opção que não chega para resolver os problemas”

Dedicação exclusiva no SNS “é uma opção que não chega para resolver os problemas”

O bastonário da Ordem dos Médicos em entrevista à SIC Notícias.

Miguel Guimarães defendeu que o regresso à dedicação exclusiva dos profissionais do Serviço Nacional de Saúde é uma boa opção, mas não resolve os problemas da falta de profissionais no setor.

As declarações surgem depois da Ministra da Saúde ter avançado, em entrevista ao Público e à Renascença, que o Governo vai estudar essa hipótese.