País

Marcha lenta no IC2 em protesto contra "estrada da vergonha"

CARLOS BARROSO

Utentes do IC2 estão em protesto contra as más condições da via.

A marcha lenta no IC2, entre a Benedita (Leiria) e Aveiras (Lisboa), obrigou esta sexta-feira centenas de veículos a percorrerem lentamente perto de 40 quilómetros, naquela que os promotores do protesto chamam a "estrada da vergonha".

A marcha partiu às 07:00 do café Bigodes, na Benedita, em direção à rotunda de acesso à A1 em Aveiras, de onde sairá de novo, cerca de duas horas depois, de regresso ao ponto de partida.

O IC2 liga Lisboa ao Porto, funcionando como uma variante à Estrada Nacional n.º 1.

A elevada sinistralidade tem motivado vários apelos ao longo dos últimos anos, incluindo na Assembleia da República, a exortar para uma "requalificação urgente" dos troços mais perigosos do IC2.

O Programa Nacional de Investimentos 2030 inclui uma verba destinada ao IC2 em Alenquer, Condeixa e Leiria.

"É lamentável uma estrada destas, está muito danificada"

Os utentes que percorrem o IC2 todos os dias queixam-se da falta de condições da estrada. Dizem que o mau o mau estado da via provoca, para além de acidentes, o desgate dos veículos.

Autarca de Alcobaça pede "requalificação urgentíssima"

As queixas sobre a falta de condições no IC2 são, sobretudo, motivadas pelo número de acidentes. O presidente da Câmara de Alcobaça, Paulo Inácio, disse esta sexta-feira que há muitas pessoas a utilizarem este troço e que é urgente uma intervenção na estrada.

  • Vem aí o calor...
    1:01
  • O Super Bock Super Rock já começou
    13:21