País

PSP poderá ser dirigida por mulher

PSP poderá ser dirigida por mulher

Contestação interna poderá antecipar saída do diretor nacional.

O ministro da Administração Interna poderá nomear uma mulher para diretora nacional da PSP.

O nome de Paula Peneda é o preferido de Eduardo Cabrita, numa escolha que poderá antecipar a saída do atual diretor nacional.

Luís Farinha está com a posição cada vez mais fragilizada, depois de centenas de polícias lhe terem virado as costas durante as comemorações dos 152 anos da PSP.