País

Praia da ilha de Faro interdita a banhos

Altos níveis da bactéria E. coli.

A praia da ilha de Faro está interdita a banhos desde a manhã de hoje. Análises feitas à água indicaram valores de bactéria E. coli superiores ao permitido.

À SIC, a Autoridade Marítima Nacional explica que a Agência do Ambiente vai recolher novas amostras durante o dia de hoje.

Não há ainda uma previsão, mas quando os níveis normais forem repostos, os banhos voltam naturalmente a ser permitidos.

"O resultado das análises microbiológicas da água de mar da colheita efetuada na segunda-feira revelaram valores muito acima do valor máximo permitido por lei, pelo que, em coordenação com a autoridade de saúde foram desaconselhados os banhos na praia de Faro", indicou Nuno Cortes Lopes, Comandante da Capitania do Porto de Faro, em declarações à agência Lusa.

De acordo com o responsável da Autoridade Marítima Nacional, foi arreada a Bandeira Azul, símbolo de qualidade das águas balneares, e içada a bandeira vermelha, "que proíbe os banhos balneares".

Nuno Cortes Lopes adiantou que a interdição dos banhos balneares "está restringida à praia de Faro", sendo um situação pontual e que está a ser monitorizada em permanência pela ARH/Algarve (Administração da Região Hidrográfica), organismo integrado na Agência Portuguesa do Ambiente e pela Administração Regional de Saúde do Algarve.

"Existe um acompanhamento permanente da qualidade das águas, tendo sido efetuadas hoje novas colheitas das águas, sendo os resultados apenas conhecidos amanhã [quarta-feira] e que determinarão se a interdição se manterá ou não", sublinhou.