País

Maior parte do território do Algarve com risco máximo de incêndio

As previsões apontam para vento forte a moderado na faixa costeira ocidental e nas terras altas do Centro e Sul.

Sete concelhos do distrito de Faro estão hoje com risco máximo de incêndio e só o litoral norte de Portugal continental apresenta um risco reduzido, segundo o Instituto Português do Mar e Atmosfera (IPMA).

Os distritos de Castelo Branco, Santarém e Portalegre têm vários concelhos em risco muito elevado, enquanto as restantes regiões apresentam um risco de moderado a elevado, com exceção do litoral norte.

De acordo com a estimativa do IPMA, o nível de risco de incêndio vai aumentar progressivamente no território, pelo menos até sexta-feira.

Os cálculos para este risco são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Para hoje prevê-se céu pouco nublado, apresentando-se temporariamente muito nublado por nuvens altas nas regiões Norte e Centro.

O vento pode ser forte moderado a forte na faixa costeira ocidental e nas terras altas do Centro e Sul, em especial a partir da tarde, por vezes com rajadas até 65 quilómetros por hora.

É ainda aguardada uma pequena descida de temperatura, em especial da mínima e nas regiões Centro e Sul.

Lusa