País

Detido suspeito de raptar portuguesa em Barcelona

Mossos d'Esquadra

Homem é suspeito de um crime de sequestro agravado, ofensas à integridade física e violência doméstica.

E

Um homem de 30 anos, detido no Seixal, é suspeito de um crime de sequestro agravado, ofensas à integridade física e violência doméstica. A Polícia Judiciária (PJ), através da Unidade Nacional Contra-Terrorismo, efetuou a detenção, dando resposta a um pedido de colaboração das autoridades espanholas.

"Na realização das diligências, a Polícia Judiciária contou com a colaboração das Autoridades espanholas e da Policia de Segurança Pública.

O detido será presente a primeiro interrogatório judicial para a aplicação da medida de coação tida por conveniente junto do Tribunal de Instrução Criminal do Seixal", refere a PJ em comunicado enviado às redações.

Margarida Simões, de 25 anos, foi dada como desaparecida em Espanha e encontrada esta quarta-feira no Seixal, depois de ter estado em cativeiro em casa do ex-namorado.

Os factos foram cometidos entre segunda e quarta-feira, tendo o homem se deslocado a Barcelona, "onde agrediu e coagiu a vítima", com quem tivera um relacionamento.

Margarida Simões terá sido agredida e ameaçada de morte várias vezes pelo antigo companheiro. O suspeito, segundo a PJ, obrigou a jovem a regressar a Portugal, continuando a agredi-la violentamente.


Segundo a polícia da Catalunha, a vítima desapareceu na segunda-feira em Sant Pere de Ribes, Barcelona, e foi posteriormente localizada em casa de um familiar, em Portugal.


A portuguesa fora vista pela última vez junto ao castelo daquele município catalão, levando a polícia a utilizar as redes sociais para pedir ajuda no sentido de localizar a jovem mulher.

Margarida já tinha apresentado queixa à PSP contra o namorado, no final de julho.