País

Nova lei da identidade de género nas escolas gera polémica

Nova lei da identidade de género nas escolas gera polémica

Secretário de Estado da Educação sublinha que esta medida vai proteger uma minoria. 

O despacho do Ministério da Educação sobre a aplicação da nova lei da identidade de género na escola está a gerar uma onda de contestação. O documento prevê que os alunos transgénero possam, por exemplo, escolher a que casa de banho ou balneário querem ir, de acordo com a sua singularidade. Também devem poder ser chamados pelo nome com o qual mais se identificam, ou escolher que uniforme vestir. A lei prevê ainda o acompanhamento escolar e o enquadramento parental.

Em declarações à TSF, o secretário de Estado da Educação, João Costa, diz que as escolas vão conseguir adaptar-se e encontrar soluções e que esta medida vai proteger uma minoria.

Na internet circula já uma petição com mais de 19 mil assinaturas contra a introdução da nova legislação.