País

Há 7 anos que não morria tanta gente nas estradas

Armando Franca

Dados publicados hoje pela Autoridade Nacional para a Segurança Rodoviária mostram que o número de mortos nas estradas portuguesas voltou a aumentar em 2018, para o número mais elevado desde 2012.

Em comparação com o ano anterior, de 2017, morreram mais 73 pessoas nas estradas portuguesas. A registar ainda 1.995 feridos graves e 41.335 feridos leves.

Os números publicados hoje pela Autoridade Nacional para a Segurança Rodoviária contam com os 30 dias após o acidente.

Mais de 60% dos acidentes graves, com vítimas mortais, aconteceram dentro das localidades, em arruamentos e os mais velhos, com mais de 35 anos, representam 33,4% do número total de mortos nas estradas portuguesas