País

O recado de Sócrates para António Costa

José Sócrates e António Costa na última acção de campanha das Legislativas, a 3 de junho de 2011 (Miguel A. Lopes/Lusa)

MIGUEL A. LOPES/ LUSA

Sócrates diz que António Costa ataca a história do PS.

José Sócrates acusa a direção do PS de o atacar, quando diz que os portugueses não têm boa memória de maiorias absolutas, num artigo publicado hoje no semanário no Expresso.

"Começa a ser insuportável assistir, sem reagir, aos ataques que o líder do PS faz à história do Partido Socialista e aos anteriores governos socialistas", começa por dizer o ex-primeiro ministro.

Relembra ainda que António Costa fez parte do Governo que agora critica e sublinha que o Executivo de Sócrates foi o único do PS a conseguir maioria absoluta em democracia.

"Nunca me ocorreu vir a encontrar-me na desconfortável situação de ter de recordar a alguém que o Governo que agora maldiz foi, afinal, um Governo no qual participou (...) Nunca pensei que as coisas chegassem a este ponto", conclui.

No artigo, José Sócrates enumerou uma série de medidas que foram implementadas pelo Governo que chefiou, entre elas a requalificação das escolhas secundárias, o investimento na ciência, a aposta nas energias renováveis e na saúde.

"Os portugueses não gostam de maiorias absolutas"

O secretário-geral do PS reconheceu esta quarta-feira, numa entrevista à TVI, que os portugueses não gostam de maiorias absolutas.