País

Fogo de Miranda do Corvo obriga ao corte da A13

SIC

Mais de 500 operacionais no terreno.

O incêndio que lavra hoje em Miranda do Corvo, no distrito de Coimbra, obrigou ao corte da Autoestrada 13 (A13), entre o nó de Almalaguês e Coimbra, disse à agência Lusa fonte autárquica.

Segundo o vereador Rui Godinho, responsável pelo pelouro da Proteção Civil no município de Miranda do Corvo, as projeções causaram novos focos de incêndio, sendo que um deles obrigou ao corte da A13 cerca das 22:30.

"A frente que seguia em direção à vila de Miranda do Corvo está controlada, o problema são as projeções que estão a criar vários problemas", salientou Rui Godinho, acrescentando que já ardeu uma "área considerável".

O vereador adiantou ainda que nenhuma povoação está em risco.

De acordo com a página na internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, pelas 23:10 o incêndio estava a ser combatido por 529 operacionais, apoiados por 156 viaturas.

Com Lusa

  • Leonel Pontes prefere Sporting a vencer, mesmo sem convencer
    2:18