País

Homem morreu em lagar de vinho no concelho de Mêda

Ao local do acidente acorreram cinco veículos e 12 elementos dos bombeiros e polícia.

Um homem de 28 anos morreu esta segunda-feira num lagar de vinho na freguesia de Prova e Casteição, no concelho de Mêda, distrito da Guarda, disse à agência Lusa fonte da proteção civil.

Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda, os bombeiros foram chamados, pelas 20:46, para uma ocorrência com uma vítima que se encontrava num lagar de vinho, na localidade de Chãos.

" [O homem] estava a pisar uvas com familiares, sentiu-se mal e caiu para o lado", disse a fonte. O comandante dos Bombeiros Voluntários de Mêda, José Lemos, referiu à Lusa que, segundo o médico da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) da Guarda que se deslocou ao local, a morte, "provavelmente foi causada por doença súbita" e não por intoxicação dos gases libertados durante o processo de fermentação do vinho.

O responsável adiantou que o homem "estava acompanhado por familiares e quando caiu eles retiraram-no de imediato do local, que era arejado".

O óbito foi confirmado pelo médico da VMER da Guarda e o corpo vai ser transportado para o Gabinete Médico-Legal daquela cidade para ser autopsiado.

Ao local do acidente acorreram cinco veículos e 12 elementos dos Bombeiros Voluntários de Mêda, da GNR, da VMER da Guarda e da viatura de Suporte Imediato de Vida (SIV) de Vila Nova de Foz Côa, indicou o CDOS.

Lusa