País

Autarca de Barcelos paga caução de 20 mil euros para ficar em liberdade

Autarca de Barcelos paga caução de 20 mil euros para ficar em liberdade

Miguel Costa Gomes é arguido na Operação Teia.

O presidente da Câmara de Barcelos, um dos arguidos da Operação Teia, está desde quarta-feira em liberdade. Miguel Costa Gomes terá de pagar uma caução de 20 mil euros para substituir a prisão domiciliária.

O processo passa agora para o tribunal Central de Instrução Criminal em Lisboa. Estão em causa suspeitas de corrupção, tráfico de influências e participação económica em negócio.