País

Prisão preventiva para homem de 38 anos detido por violência doméstica em Sintra

Deixava a mulher fechada em casa sem dinheiro e sem comida.

Um homem ficou em prisão preventiva depois de ter sido detido na quarta-feira, no concelho de Sintra, pela prática do crime de violência doméstica à sua companheira, que quase diariamente deixava fechada em casa, anunciou esta sexta-feira a PSP.

Em comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da PSP indica que a divisão policial de Sintra, no âmbito de uma investigação e no cumprimento de um mandado de detenção, deteve um homem de 38 anos, residente na zona de Mem Martins, em Sintra.

Segundo as autoridades, o detido é suspeito de, "com uma frequência quase diária, sair para trabalhar, deixando a vítima fechada em casa sem dinheiro e sem alimentos, levando a chave consigo".

Quando chegava a casa, o homem obrigava a vítima a cozinhar para si e ordenava-lhe que se sentasse a seu lado, mas não a deixava comer.

De acordo com o comunicado, o detido "é ainda suspeito de obrigar a vítima a dormir num colchão, no chão, sem cobertor e, sob ameaça com arma branca, forçá-la a manter consigo relações sexuais".

Para as autoridades, a conduta do homem provocou à vítima "medo e inquietação, a coberto de um sentimento de impunidade", dado que os factos aconteciam no interior da residência comum.

Lusa