País

Cordão humano em escola da Amadora para exigir retirada de amianto

Cordão humano em escola da Amadora para exigir retirada de amianto

A manifestação insere-se no movimento criado pelo Sindicato de Todos Os Professores.

Professores, funcionários e alunos da E.B. Prof. Pedro D´Orey da Cunha, na Amadora, fizeram hoje um cordão humano junto ao estabelecimento de ensino para exigir a retirada de amianto.

A manifestação insere-se no movimento criado pelo Sindicato de Todos Os Professores (S.TO.P.), que declarou greve nacional contra o amianto nas escolas até ao dia 18 deste mês, em vários estabelecimentos de ensino de norte a sul do país.


Alunos, encarregados de educação e funcionários desta escola no concelho da Amadora dizem que é necessária a intervenção rápida e que há, inclusive, registo de casos com cancro.

  • Escolas fazem negócio com refeições
    11:40