País

“Não há sinais de travagem, o condutor pode ter perdido a consciência”  

“Não há sinais de travagem, o condutor pode ter perdido a consciência”  

De acordo com o comandante dos Bombeiros Sapadores do Porto, Carlos Saraiva Marques, “o choque foi muito violento”. 

A habituação atingida não está em risco de derrocada, mas não está em condições de ser habitada. Nos próximos minutos a rua vai ser aberta ao trânsito.