País

Caos instalado na plataforma de registo de animais domésticos

POOL New

Há animais dados como mortos, outros classificados de raça perigosa sem o serem ou casos em que os dados desapareceram.

Segundo o Jornal de Notícias em artigo publicado esta segunda-feira, a equipa que gere a plataforma recebe, em média, perto de 100 e-mails por dia a pedirem explicações.

Há animais dados como mortos, outros classificados de raça perigosa sem o serem ou casos em que os dados desapareceram.

Ao JN, o Sindicato Nacional dos Médicos Veterinários garante que está a tentar resolver o problema informático e que a situação deverá normalizar até ao fim do ano.