País

Cerca de 40% dos hospitais portugueses têm ruturas diárias de medicamentos

Cerca de 40% dos hospitais portugueses têm ruturas diárias de medicamentos

Uma das causas é o preço baixo de alguns genéricos, que leva as empresas farmacêuticas a vendê-los a outros países.

A conclusão é de um inquérito feito a 23 hospitais pela Associação Portuguesa dos Administradores Hospitalares, pela Ordem dos Farmacêuticos e pela Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa.