País

Turismo Centro congratula-se com estrela Michelin do restaurante de Viseu Mesa de Lemos

Fabrice Demoulin

Entidade Regional Turismo Centro de Portugal congratulou-se com a atribuição da destinção máxima ao restaurante do chef Diogo Rocha.

O chef Estrela Michelin Diogo Rocha, do restaurante de Viseu, Mesa de Lemos

O chef Estrela Michelin Diogo Rocha, do restaurante de Viseu, Mesa de Lemos

RAWSTUDIO

"Foi com grande satisfação, e também com sentimento de justiça, que recebemos a informação de que o Mesa de Lemos foi agraciado com uma estrela Michelin. O chef Diogo Rocha há muito que merecia ombrear entre os melhores", refere o presidente da Turismo Centro, Pedro Machado, citado na nota.

No Guia Michelin Espanha & Portugal 2020, apresentado na quarta-feira à noite em Sevilha, foram distinguidos 27 restaurantes portugueses: 10 na região de Lisboa, sete na do Porto e Norte, sete no Algarve, dois na Madeira e um no Centro de Portugal, o Mesa de Lemos.

"A estrela agora conquistada, apesar de tardia, representa a consolidação de um trabalho incansável de defesa da gastronomia do Centro de Portugal", sublinha Pedro Machado.

O líder da Turismo Centro sublinha que "a gastronomia é uma das apostas em que o Centro de Portugal tem vindo a superar-se".

O responsável espera "que esta conquista do Mesa de Lemos, que demonstra a mais-valia de se tratar com requinte os produtos regionais, aliando a tradição à modernidade, constitua um exemplo a seguir por outros restaurantes do Centro de Portugal".

Pelo seu lado, o chef Diogo Rocha mostrou-se na quarta-feira satisfeito por ajudar a colocar Viseu no "mapa da alta gastronomia portuguesa", com a conquista da primeira estrela para o Mesa de Lemos, que afirmou ser "o resultado de muito trabalho de toda a equipa, e também da estrutura" do restaurante.

No Mesa de Lemos, 98% dos produtos - à exceção do café e do chocolate - são portugueses, aplicados numa "cozinha com técnicas atuais, com uma base de cozinha de sabores portugueses, bem saborosa", relatou.

O chef afirmou que, para já, interessa manter a distinção.

"No meu projeto, o Mesa de Lemos é um restaurante de uma estrela e é essa estabilidade que vamos procurar, garantir esta segurança para o cliente e para nós próprios e depois, se calhar, daqui a uns anos pode ser que o discurso mude", comentou.