País

Advogada da mulher que abandonou o filho no ecoponto quer trocar prisão preventiva por pulseira eletrónica

Advogada pretende que Sara Furtado saia da prisão de Tires.

Ana Maria Lopes quer que a jovem passe a cumprir prisão domiciliária com pulseira eletrónica numa instituição de solidariedade social que dá apoio a pessoas desprotegidas.

Ao Expresso, a advogada sublinha que tem a garantia da ONG de que pode receber por isso está a preparar o recurso da medida de coação.

Bebé já teve alta hospitalar

O bebé encontrado num caixote do lixo em Lisboa já teve alta hospitalar da Maternidade Alfredo da Costa (MAC), a meio da tarde, e "saiu clinicamente bem", avançou à Lusa fonte do Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central (CHULC).

O Ministério Público informou, entretanto, que o Tribunal de Família e Menores de Lisboa decidiu entregar a criança deixada pela mãe num ecoponto da capital, no início do mês, a uma família de acolhimento.

Mãe em prisão preventiva

A mulher que abandonou o filho num contentor do lixo em Lisboa vai continuar em prisão preventiva. O Supremo Tribunal de Justiça rejeitou o pedido de libertação imediata por considerar que a mãe agiu de forma premeditada. Na próxima semana vai ser apresentado um novo recurso, desta vez no Tribunal Constitucional.

O recém-nascido foi encontrado num contentor, junto à discoteca Lux, na tarde do dia 5 de novembro. Esteve 14 horas no interior do ecoponto azul até ser resgatado.

Este vídeo mostra o momento em que o bebé é retitrado do contentor. O homem sem abrigo, que encontrou o recém-nascido diz que parou quando ouviu o choro do bebé. Quando olhou para dentro do ecoponto, viu um pé de uma criança e pediu ajuda.

"Bem-vindo puto"

A frase que acompanha a foto foi publicada pelo INEM. Rregista o momento dos primeiros socorros ao recém-nascido. O INEM participou no salvamento e divulgou, nas redes sociais, a imagem do bebé uma efusiva saudação: "Bem.vindo puto". A foto regista o momento dos primeiros socorros ao recém-nascido.