País

Seca no Algarve. Populações obrigadas a recorrer a autotanques

Autarquia de Castro Marim diz que há um plano para construir duas novas barragens na região, mas que o investimento nunca foi feito.

A seca sentida no Algarve desde o início do verão está a obrigar as populações de Castro Marim a recorrem a autotanques para terem água potável.

A região costumava ser abastecida por um furo que secou. Os habitantes estão, por isso, agora dependentes do abastecimento da Câmara Municipal, que envia um camião-cisterna duas a três vezes por semana.

A autarquia diz que desde há 20 anos que há um plano para construir duas novas barragens no Algarve, mas que o investimento nunca foi feito.