País

Hospitais em risco de encerrar cuidados continuados de longa duração

Hospitais em risco de encerrar cuidados continuados de longa duração

Provedores queixam-se de situação insustentáveis.

Há hospitais que podem vir a ter que encerrar os cuidados continuados de longa duração no próximo ano, por falta de financiamento. O presidente das Misericórdias apela à razoabilidade do ministro das Finanças.

Manuel de Lemos diz que a comparticipação do Estado não chega e a redução de camas será inevitável.

Em Lisboa, há um doente há nove meses à espera de um lugar para poder deixar o hospital.