País

Dois desalojados após incêndio destruir habitação em Ferreira do Alentejo

"Os desalojados são dois homens, de nacionalidade estrangeira, que vão agora ser realojados pelo patrão."

Dois homens ficaram esta desalojados na sequência de um incêndio ocorrido na sua habitação em Alfundão, no concelho de Ferreira do Alentejo (Beja), que ficou destruída, revelaram a Proteção Civil e a GNR.

"Os desalojados são dois homens, de nacionalidade estrangeira, que vão agora ser realojados pelo patrão", uma vez que "são trabalhadores agrícolas", disse à agência Lusa fonte do Comando Territorial de Beja da GNR, que não possuía informação sobre as idades dos indivíduos.

Contactado pela Lusa, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja explicou que os bombeiros receberam o alerta para o incêndio às 16:12.

Após o combate às chamas, o fogo entrou em fase de rescaldo às 17:31, indicou.

A habitação onde moravam os dois homens "ardeu por completo", acrescentou o CDOS. A GNR sublinhou que as chamas deixaram "completamente destruída" essa mesma "casa térrea" na aldeia de Alfundão, no concelho de Ferreira do Alentejo.

Questionada pela Lusa sobre o que terá motivado o incêndio, a fonte da GNR limitou-se a referir que as autoridades ainda se encontravam no local, desconhecendo as causas do sinistro.

A ocorrência mobilizou 15 operacionais, apoiados por sete veículos, incluindo meios dos bombeiros e da GNR.