País

Presidente da Concelhia do PSD/Porto vai apoiar Montenegro na 2.ª volta

MANUEL DE ALMEIDA

Na primeira volta das eleições diretas, Hugo Neto apoiou Miguel Pinto Luz.

O presidente da concelhia do PSD do Porto, Hugo Neto, anunciou esta terça-feira que apoia Luis Montenegro na segunda volta da corrida à liderança do partido, defendendo que o ex-líder parlamentar preconiza a mudança de que o PSD precisa.

Na primeira volta das eleições diretas, Hugo Neto apoiou Miguel Pinto Luz, que alcançou 9,3% dos votos.

Em declarações à Lusa, o líder da maior concelhia social-democrata salientou que "este é momento fundamental para o PSD", pelo que votará "sem hesitação" em Luís Montenegro, que "preconiza a esperança de mudança de que o partido precisa"

No passado sábado, observou, o atual presidente do PSD, Rui Rio, teve menos 7.200 votos, perdendo "um terço da sua base eleitoral".

"É um sinal de que o PSD está mais pequeno, mais dividido e não está mais credibilizado. Este tem de ser um momento de viragem ", defendeu, realçando que é tempo de começar a preparar as eleições autárquicas de 2021.

Para o líder da maior concelhia social-democrata do país, Montenegro pode "desenvolver um trabalho de articulação profundo com todas as estruturas do PSD - distritais e concelhias, que é fundamental para enfrentar "este desafio".

Por outro lado, acrescentou, é "absolutamente fundamental" que o PSD canalize as suas energias para o combate externo e não para o divisionismo interno, sobre o qual Rui Rio "tem especial responsabilidade".

"O PSD não pode continuar profundamente dividido. É tempo de deixar de separar artificialmente os bons e maus, os sérios e não sérios", afirmou.

É por estas razões que Hugo Neto vai votar, na segunda volta das eleições para a liderança do PSD, em Luís Montenegro, com quem disse não ter havido negociações.

"É sem contrapartidas ou qualquer tipo de negociação com a candidatura que não hesito em votar em Luís Montenegro, que considero que pode ser o protagonista da mudança de que o PSD carece", concluiu.

O presidente da Concelhia do PSD do Porto anunciou, no início de dezembro, que iria apoiar a "título pessoal" Miguel Pinto Luz, nas eleições para a liderança do PSD.

À data, à entrada de um almoço de apoiantes daquela candidatura, no Porto, o dirigente afirmava que Miguel Pinto Luz era "o candidato mais bem preparado e posicionado para agregar e mobilizar o PSD".

O atual presidente do PSD, Rui Rio, venceu as eleições diretas de sábado com 49,44% dos votos expressos, segundo os resultados provisórios divulgados pelo Conselho de Jurisdição Nacional, mas não conseguiu a maioria absoluta, pelo que terá que disputar no próximo sábado (dia 18) uma segunda volta com Luís Montenegro, que obteve 41,26% dos votos.

O vice-presidente da Câmara Municipal de Cascais Miguel Pinto Luz ficou em terceiro, com 9,3%, e já assegurou que não irá manifestar apoio público a nenhum dos outros dois candidatos.