País

GNR apreendeu armas roubadas ao exército suíço

GNR apreendeu armas roubadas ao exército suíço

Frederico Pinto

Repórter de Imagem

Dois emigrantes presos na Suíça são acusados de vários assaltos e de vender objetos em Portugal. Um terceiro suspeito foi constituído arguido em Portugal.

A GNR apreendeu em Vila Nova de Paiva, no distrito de Viseu, seis armas e diverso fardamento do exército suíço. A apreensão aconteceu depois das autoridades suíças pedirem apoio na investigação de uma série assaltos feitos por dois emigrantes portugueses agora em prisão preventiva.

A operação desenvolvida pelo núcleo de investigação criminal de Moimenta da Beira aconteceu depois do pedido de colaboração das autoridades suíças.

O processo começou depois da captura de dois emigrantes portugueses por vários furtos. Parte do material roubado durante os assaltos tinha como destino Portugal onde era colocado à venda no mercado negro.

Os militares da GNR acabaram por recuperar além do armamento de guerra, também fardas do exército suíço. Mas o principal objetivo dos assaltes eram bicicletas e uma motas. Estes objetos agora recuperamos estão avaliados em mais de 75 mil euros.

A investigação suíça começou em 2016. O pedido de colaboração à GNR aconteceu há em novembro do ano passado e os militares acreditam que mais objetos podem vir a ser localizados já que tudo aponta que o trio criminoso já estaria a fazer furtos por encomenda.

Os emigrantes presos na Suíça tem entre 22 e 30 anos. O outro elemento do grupo agora construído arguido pela justiça portuguesa por receptarão de material furtado tem 46.

  • O que é o jantar amanhã?
    36:07
  • Os 44 golos de mais uma quinta-feira de Liga Europa

    Liga Europa 2019/2020

    Estão todos aqui. Os golos e os lances que marcaram os duelos da 1.ª mão dos 16-avos-de-final.

    SIC Notícias