País

Governo vai atribuir até 4800 euros a quem aceite viver e trabalhar no interior do país

A medida foi apresentada em Bragança e é uma tentiva de repovoar as regiões que foram perdendo população.

O Governo apresentou esta manhã em Bragança o programa "Trabalhar no Interior".

As empresas que criem postos de trabalho fora dos centros urbanos podem ter um apoio até 82 mil euros durante 3 anos.

Quem estiver disposto a mudar-se para o interior do país pode receber até 4800 euros.

Para quem quiser candidatar-se a uma das 3200 ofertas de trabalho no interior do país que constam no Instituto do Emprego e formação profissional. O Governo acena com 2600 euros à cabeça para a mudança
Se tiver, por exemplo, filhos então esse valor pode subir até os 4800 euros.

Um apoio direto para todos os setores de atividade que abrange recém licenciados.

O empregador também vai ter beneficios durante 3 anos. Uma empresa que crie 3 postos de trabalho terá direito a 68 400 euros. Um apoio que somada a majoração poderá chegar a um máximo de 82 106 mil euros

Para apoiar o emprego estável o Governo anunciou a abertura dos concursos aos fundos regionais europeus
no valor de 240 milhões de euros que abrem em março. Mais de metade são para o interior

Vão ser abertos 3 avisos: um dedicado ao emprego em territórios urbanos, outro para o interior do país e outro para as IPSS com projetos de empreendedorismo.

Para todos será financiado o custo de cada trabalhador. Financiamento que suportará, no máximo,
3800 postos de trabalho