País

Queixas de violência policial em Lisboa

Queixas de violência policial em Lisboa

Os festejos de Carnaval de domingo na zona do Cais do Sodré acabaram  em agressões e queixas de violência policial.

A Polícia de Segurança Pública (PSP) admitiu esta segunda-feira que teve de recorrer ao uso da força para deter uma mulher suspeita de integrar um grupo que causava distúrbios e desacatos na rua.

Em comunicado, a PSP refere que o grupo foi avisado de que devia desobstruir a via, mas não cumpriu as ordens dos agentes.

As autoridades justificam também o disparo de uma arma, que dizem ter sido de advertência para o ar, realizado em segurança para permitir "cessar os comportamentos hostis".

A mulher detida sofreu ferimentos na sequência da detenção e foi assistida no hospital. Foi depois libertada e notificada para comparecer em tribunal.

O comunicado da PSP não refere o caso de Taiane Barroso, que também foi imobilizada quando procurou auxiliar a mulher que estaria a ser agredida pelos agentes.

Taiane Barroso afirma que vai avançar com uma queixa para o Ministério Público por violência policial.