País

Mário Nogueira acusa Governo de "ser cobarde" por não querer enfrentar professores

Mário Nogueira acusa Governo de "ser cobarde" por não querer enfrentar professores

Fenprof diz que António Costa agiu como quem "não quer enfrentar os problemas".

Mário Nogueira tentou invadir o Conselho de Ministros, em Bragança, depois do primeiro-ministro evitar o grupo de manifestantes. O secretário-geral da Fenprof queria entregar 5000 mil folhetos assinados pelos professores a pedir melhores condições de trabalho, mas António Costa abandonou o edifício pelas traseiras. Depois deste episódio, a porta do edifício acabou por ser fechada a cadeado.

Mário Nogueira acusou o Governo de "ser cobarde" por não receber professores.

Veja também: