País

EDP alvo de ataque informático

Eloy Alonso

A SIC sabe que foram atingidos vários servidores de suporte à operação diária da EDP Distribuição.

A EDP foi esta segunda-feira alvo de um ataque informático. Em consequência foram afetados os serviços de apoio ao teletrabalho que está a ser garantido pelos profissionais a partir de casa.

Este ataque informático faz parte de uma ofensiva que atinge muitas outras empresas à escala internacional.

Em comunicado, a empresa diz que o ataque não teve impacto na continuidade do fornecimento de energia.


Comunicado na íntegra:


"A EDP foi alvo de um ataque informático à sua rede corporativa esta segunda-feira, 13 de abril, que está a condicionar o normal funcionamento de uma parte dos seus serviços e operações, não se registando, contudo, qualquer impacto na continuidade do fornecimento de energia.

Os serviços críticos de supervisão e controlo da rede elétrica de distribuição estão a operar normalmente, embora com adaptações decorrentes de algumas limitações.

Para conter os efeitos deste ataque, foram prontamente aplicadas medidas de prevenção e proteção dos sistemas que suportam as operações da empresa, estando a ser analisada a origem e a anatomia deste incidente, para que os serviços e operações em causa sejam rapidamente restabelecidos.

A atuação do grupo EDP perante este ataque está a ser articulada com as entidades competentes."

  • Confidentes de alunos e cúmplices de professores: o braço contínuo

    País

    Chamam-lhes “funcionários” porque funcionam. A expressão até parece sugerir que eles são os únicos que “funcionam”, dentro de uma escola. Acalmem-se os tolos. Significa apenas que os “assistentes operacionais”, ou “auxiliares de ação educativa”, títulos mais pomposos do que “contínuos” – expressão que estimo muito - são pau para toda a colher.

    Opinião

    Rui Correia

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros