País

Adiada descentralização na saúde, educação e ação social

MARIO CRUZ MÁRIO CRUZ

O processo será adiado até 2022.

A transferência das competências nas áreas da educação, saúde e ação social já não vai passar para as autarquias durante este ano.

A informação foi avançada pela ministra da Modernização e Administração Pública em entrevista ao jornal Público.

Alexandra Leitão explica a decisão por serem áreas mais complexas e que implicam maior peso financeiro e de recursos humanos.