País

Interrogatório a pai e madrasta de Valentina adiado para amanhã

Foto do dia 8 maio do pai de Valentina

CARLOS BARROSO

Ministério Público aguarda pelo resultado da autópsia.

O interrogatório e a presença em tribunal do pai e da madrasta de Valentina, a criança de 9 anos encontrada morta em Peniche, foram adiados para esta terça-feira.

O Ministério Público aguarda pelo resultado da autópsia para levar os dois suspeitos a interrogatório judicial. Foram ouvidos pela Polícia Judiciária no final da semana passada e detidos na manhã de domingo.

São suspeitos de homicídio qualificado, punido com uma pena que pode ir até 25 anos de prisão, e de profanação de cadáver, com pena de prisão até 2 anos.

O prazo legal para serem presentes a juiz termina na quarta-feira.

Os dois suspeitos estiveram com os inspetores na casa onde o alegado homicídio terá acontecido e na mata para onde o corpo foi transportado, a reconstituir o alegado crime.

Outras diligências continuam a ser efetuadas pelos inspetores, para reunirem provas de que o crime foi concretizado pelo pai e pela madrasta da criança durante o dia de quarta-feira.

O corpo da criança foi encontrado a meio da manhã de domingo, mas a PJ não quis confirmar se foram os suspeitos a indicar o local onde deixaram a vítima.

Veja também: