País

Pai e madrasta de Valentina conhecem amanhã medidas de coação. Funeral marcado por homenagens

Pai e madrasta de Valentina conhecem amanhã medidas de coação. Funeral marcado por homenagens

Suspeitos foram hoje ouvidos em tribunal.

As medidas de coação a serem aplicadas ao pai e à madrasta de Valentina vão ser conhecidas esta quarta-feira às 12h00.

Os suspeitos prestaram hoje depoimento ao juiz de instrução do Tribunal de Leiria e regressaram, antes das 18h30, às instalações da Polícia Judiciária, onde vão pernoitar

Depois de terem sido apenas identificados durante a manhã, os suspeitos almoçaram no tribunal. A primeira a ser ouvida foi a madrasta da criança de 9 anos, num depoimento que terá durado cerca de duas horas.

A suspeita abandonou o Tribunal de Leiria pelas 17h15, seguindo-se o interrogatório ao companheiro e pai da criança.

As declarações do homem demoraram pouco mais de uma hora, tendo saído do Tribunal de Leiria pelas 18:30.

CHEGADA AO TRIBUNAL SOB INSULTOS E GRITOS DE REVOLTA

O pai e a madrasta de Valentina chegaram em dois carros descaracterizados, por volta das 10h40, ao tribunal. À chegada estavam dezenas de populares, que receberam os suspeitos com insultos e gritos de indignação. "Assassinos" foi uma das palavras mais ouvidas.

O interrogatório estava previsto para segunda-feira, mas o Ministério Público decidiu esperar pela conclusão da autópsia a Valentina e, por isso, adiou o interrogatório.

A autópsia ao corpo de Valentina revela que a criança terá sido vítima de agressões. Valentina vivia com a mãe, mas encontrava-se em casa do pai porque tinha melhores condições para ter acesso à telescola.

FUNERAL DE VALENTINA MARCADO POR HOMENAGENS

O funeral da criança de nove anos decorreu esta terça-feira no Bombarral.

A cerimónia foi reservada a familiares, mas muitos populares estiverem nas imediações do cemitério de S. Brás e aplaudiram no momento em que passou o carro funerário.

Veja também: