País

Donos de bares e discotecas ameaçam com insolvência coletiva

Donos de bares e discotecas ameaçam com insolvência coletiva

Rafael Cunha

Rafael Cunha

Repórter de Imagem

Os empresários sentem-se abandonados pelo Governo.

Os donos de bares e discotecas criaram o movimento “silêncio da noite”, para chamar a atenção para a crise do setor. Queixam-se de não terem ninguém que os represente, numa altura em que os prejuízos se estão a acumular e não têm qualquer perspetiva de futuro.

Os empresários do norte do país dizem que podem estar a caminhar para a insolvência coletiva, se nada for feito para os ajudar e apelam, por isso, ao Governo que os ajude a reabrir as portas. Garantem que o podem fazer em segurança e propõem medidas como a medição de temperaturas e registo das entradas, uso de máscaras e redução da lotação dos espaços.