País

Seis detidos nas fronteiras por tentarem entrar em Portugal com documentos falsos

Operações do SEF na quarta-feira.

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve na quarta-feira seis pessoas com documentos falsos no âmbito do controlo de fronteiras terrestres nos pontos de passagem de Vila Verde de Raia e de Castro Marim, foi hoje anunciado.

Em comunicado, o SEF adianta que todos se apresentaram nos pontos de passagem com documentos falsificados: um homem em Vila Verde de Raia, no concelho de Chaves, distrito de Vila Real, e cinco em Castro Marim, no distrito de Faro.

No caso de Vila Verde da Raia, quando procedia ao controlo de fronteira terrestre, o SEF intercetou uma viatura pesada de transporte de veículos automóveis de matrícula portuguesa.

"Solicitada a identificação aos tripulantes, foi verificado que um dos cidadãos se identificou com um cartão de cidadão português, o qual apresentava fortes indícios de se tratar de um documento contrafeito", lê-se na nota.

Confrontado, o homem de 29 anos, "viria a assumir que tinha nacionalidade estrangeira e que tinha comprado o documento falso", refere o SEF.

O cidadão foi detido pela prática do crime de falsificação de documentos e por permanência irregular em território nacional, pelo que foi presente ao Tribunal Judicial de Chaves.

Já em Castro Marim, no Algarve, o SEF detetou cinco cidadãos estrangeiros que tentavam entrar em território nacional com documentos falsificados.

Segundo o SEF, foi-lhes recusada a entrada em Portugal e foram entregues às autoridades espanholas.

  • 21:07