País

“Compreendo e respeito que Mário Centeno queira abrir um novo ciclo na sua vida”

O primeiro-ministro agradeceu esta terça-feira o trabalho do ministro das Finanças, no dia em que foi aprovada a sua exoneração.

António Costa confirmou esta terça-feira a exoneração de Mário Centeno, a pedido do mesmo, do cargo no Ministério das Finanças. Em conferência de imprensa após o Conselho de Ministros, o chefe do Governo português agradece a dedicação de Centeno nos seis anos de trabalho conjunto.

O primeiro-ministro relembra que pela segunda vez em 46 anos um ministro das Finanças cumpriu integralmente a legislatura de quatro anos e, ainda, pela primeira vez preparou o início de outra legislatura.

Elogia a “extraordinária capacidade de trabalho” e “espírito de equipa” de Centeno e a sua preocupação em “assegurar equidade nas decisões”.

Sobre o sucessor de Centeno, o chefe do Governo diz que a gravidade do momento exige que o Ministério das Finanças continue em boas mãos e que isso irá acontecer com João Leão.