País

As reações dos partidos ao discurso de Marcelo Rebelo de Sousa

Só o PCP ficou de fora.

Em reação ao discurso do Presidente da República neste 10 de Junho, o Bloco de Esquerda lamenta que Marcelo nem sempre tenha contribuído para fazer as alterações estruturais que agora defende, dando o exemplo da Lei de Bases da Saúde, que mereceu a oposição do presidente.

Os partidos da direita, PSD e CDS preferiram realçar o patriotismo da data. Assim como o primeiro-ministro que, depois de ter estado presente na cerimónia desta quarta-feira, gravou uma mensagem em que apenas destaca a importância da data.

No discurso, Marcelo Rebelo de Sousa disse que é tempo de Portugal acordar para uma brutal crise económica e financeira que está instalada no país, sublinhando que não se pode fingir que nada está a acontecer.