País

Um 10 de Junho diferente

Marcelo Rebelo de Sousa quis cerimónia restrita e minimalista.  

Este foi um 10 de Junho diferente, assinalado com uma cerimónia simbólica e minimalista. A cerimónia realizou-se no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, e contou com dois oradores e seis convidados.

Em tempo de pandemia do novo coronavírus, as celebrações não puderam ser como no passado. Depois do 25 de Abril e do 1.º Maio, o Presidente da República quis dar um exemplo. Cancelou os planos de festejar o dia na Madeira e na África do Sul, e assinalou a data com uma cerimónia discreta e restrita, que em menos de uma hora estava terminada.

Veja também:

  • 15:42