País

Antigo ministro da Saúde paga para evitar prisão

Arlindo de Carvalho e José Neto pagaram 22 milhões de euros.

Arlindo de Carvalho, ministro da Saúde de Cavaco Silva, e o seu sócio, José Neto, pagaram ao Estado uma dívida de 22 milhões de euros para evitarem cumprir uma pena de prisão de seis anos.

O ex-governante e o sócio foram condenados por burla qualificada e fraude fiscal no âmbito do caso BPN.